[INTERIORES] Iluminação e design de ambientes

Iluminação é a técnica e a arte de iluminar. Requer estudos específicos, entre cálculos, dimensões, refletância dos materiais, além do uso futuro do ambiente e público que irá frequentá-lo. A iluminação também é arte, pois está diretamente relacionada com as sensações humanas, tanto de quem a projeta quanto de quem irá contemplá-la. A luz, através de suas formas, cores e efeitos proporcionam diversos sentimentos extremamente importantes para o designer e seu cliente.

A iluminação artificial destaca espaços específicos, multiplica o valor das cores e, acima de tudo, oferece segurança ao usuário – a maioria das pessoas relaciona segurança com boa iluminação.

O especialista em iluminação proporciona uma série de sensações através de uma iluminação adequada. São necessários muitos estudos do projeto e do local em questão, além de conhecer a fundo os tipos de luminárias e suas capacidades técnicas. Os projetos de iluminação são belíssimos quando possuem a ligação perfeita entre a técnica e arte.

Dentro do campo de Lighting Design, existem áreas específicas para cada situação. Podemos exemplificar com a Iluminação Externa, geralmente associada ao paisagismo, a Iluminação Interna, com projetos para diversos ambientes particulares ou comerciais, a Iluminação de Eventos e Shows, onde existem inúmeros efeitos e esquemas técnicos de luzes e também o Design de Luminárias, destinado aos criadores de objetos a partir do conhecimento teórico e prático da luminotécnica.

Ou seja, para um belo e funcional projeto de iluminação em qualquer ambiente, são necessárias muitas técnicas em conjunto, além de muito bom gosto e sensibilidade.

A seguir, listamos algumas dicas e explicação de termos técnicos que podem auxiliar na hora de decidir como será seu projeto de iluminação para um ambiente. Lembrando que para tais projetos é imprescindível o contato de um designer de iluminação ou empresa especialista na área.

Iluminação Geral – por meio da distribuição regular de luminárias, o ambiente é calculado para ser preenchido por quantidades de luzes por igual, sem contrastes acentuados. Esse tipo de iluminação é destinada para definir espaços e deixá-los visualmente confortáveis. Pode ser aplicada através de luminárias de teto ou na parede com a luz direta voltada para baixo ou sendo indiretamente voltada para cima.

Iluminação de Destaque (ou Iluminação Focal) – é a iluminação que ressalta objetos, superfícies ou caminhos selecionados. É utilizada uma luz extra além da Iluminação Geral, que concentra a atenção e direciona rapidamente o olhar. Muito utilizada em jardins, eventos, estandes e peças de comunicação externa.

Iluminação de tarefas – também conhecida como “luminária de escrivaninha”, é o tipo de iluminação estudada para ambientes para trabalho ou estudo. Para esses fins, em geral, é necessário uma luz abundante vinda de cima dos ombros ou pela lateral, considerando a escala humana.

Iluminação decorativa – destinada ao design de luminárias, onde o caráter decorativo do objeto possui mais valor que o efeito da luz em si.

Luminárias Spot e projetores – altamente indicados para efeitos visuais e para uso da Iluminação Focal. Costuma-se posicioná-los a cerca de 1/3 da altura do objeto ou espaço a ser iluminado. Ideal para iluminação de espaços destinados à circulação, tanto interior quanto exterior.

Wall washing – também conhecido como “iluminação varre paredes”, é uma técnica de composição onde uma superfície vertical é iluminada uniformemente, na mesma direção, seja de baixo para cima, ou vice-versa. É uma técnica muito utilizada em corredores e também ambientes externos, principalmente em fachadas de casas noturnas, paredes que delimitam jardins, etc. As luminárias do tipo arandela, por exemplo, são uma opção para Wall washing interno.

Jogos de sombras – técnica onde a sombra é o resultado do estudo da iluminação do ambiente. O objeto é iluminado de forma que sua sombra seja projetada sobre uma superfície.

Backlighting – onde a luz é repassada ao observador através de objetos translúcidos e, na maioria das vezes, coloridos. São utilizados objetos em acrílico, vidro ou em tecidos, por exemplo. Cria uma ótima ambientação em ambientes com funções mais alegres e vivas.

Postes, Mini-Postes e Balizadores – destinados para iluminar áreas de circulação externa. É necessário o acompanhamento técnico, pois necessitam de especificações técnicas para sua instalação, como altura mínima e correto posicionamento, para não ofuscar as vistas das pessoas.

Imagens: Google Images

Escrito por: Juliana Assunção

Anúncios